quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

2015

eu sou Rafael Braga
fuzilando seu ódio
com pinho sol
minha voz não se cala
por mais que sua morte
apague meu sol

eu sou estrangeiro
que sangra suor
por nosso Brasil
eu sou professor
que cura com giz
no 29 de abril

eu sou a mulher
que explode seu ego
já frágil e tirano
eu sou feminista
que incomoda seu ódio
de milhares de anos

eu sou estudante
que cuida da casa
e resiste à invasão
eu sou militante
que hasteia a bandeira
da revolução

eu sou o futuro
que você insiste
em eliminar da terra
eu sou a paz
que contra sua opressão
declara guerra.

Fábio Pedro Racoski

0 comentários:

Postar um comentário