Páginas

domingo, 10 de maio de 2015

Aquela pessoa


aquela pessoa
que contraria
o cansaço,
o desistir,
a mágoa,
a dor...

aquela pessoa
que transcende
os gêneros,
as cores,
os perfumes,
as políticas...

aquela pessoa
que transgride
a norma,
a indiferença,
a forma
da descrença...

aquela pessoa
que interrompe
meus versos,
minhas lágrimas,
meu desespero
pra ser sempre
presença e memória,
abraço e firmeza,
aquela pessoa
que muito além de pessoa
é tudo,
é mais,
minha mãe.

Fábio Pedro Racoski

sábado, 2 de maio de 2015

Aos professores


Pobres professores
que jazem sangrados
pelos dessangrados
guardas dos senhores.

Estes professores,
mestres do saber,
reis do vir a ser
já não sentem dores.

Sentem, lentamente,
seu santo trabalho
jogado em baralho,
sorte de quem mente.

Como a luz no olhar,
ainda que ferido,
ainda que dorido,
insiste em brilhar?

Segue a ensinar,
não cessa de crer,
não cessa de ser...
De onde tomam ar?

Nobres professores,
que se erguem sangrados;
nunca derrotados
suportando as dores.

Fábio Pedro Racoski