Páginas

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Moça, ele te ama

moça, ele te ama.
ele me confessou
essa semana
quando eu falei seu nome.
era noite
e o sol brilhava em seus olhos.
um sorriso tímido se abria,
tentando conter seu grito interno
querendo dizer ao universo:
"eu a amo mais que a minha vida!".

moça, ele te ama.
e ama de um jeito único,
louco, apaixonado.
ele se entrega a você
a cada golpe de vento
que assovia nos ouvidos
o quanto você
faz falta.

moça, ele te ama.
e penso que você também o ama.
por que esperar o acaso
que se leva pelo vento que vai longe
juntar suas mãos?

Fábio Pedro Racoski

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Quisera eu

Quisera eu ser o algoz
do seu último suspiro
e ter o prazer
inenarrável
de sentir
sua alma se esvair
entre minhas mãos
em seu pescoço,
ó, depressão em forma de vida
que me afunda para o mais
sujo abismo.

Reinhardt

Quantos

quantos versos seus eu chorei
quantas melodias tristes eu cantei
quantas palavras doces eu sangrei
quantas lágrimas eu escrevi

se um dia minha poesia
voltar a fazer sentido,
volte.
serei seu verso
universo.

Fábio Pedro Racoski

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

#microcontos

O anúncio diz: "conquiste o corpo que você sempre quis". Mas eu a quero de corpo e alma.
--------
Enquanto a razão fala calmamente que você pode ir, a emoção grita desesperadamente: EU PRECISO DE VOCÊ, FICA COMIGO!
--------
O que aqueceu seu coração não foi ouvir "eu te amo", mas ler nos olhos dela.
--------
Eles sentiram seus corpos em um só coração, em mil suspiros.
--------
Pior que o aquecimento global é o esquecimento global.
--------
Fábio Pedro Racoski