sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Na verdade eu queria

Eu falei que não foi nada,
que não ligo, tudo bem.
Eu te disse que entendia,
que desculpo, sem desdém.

Eu beijei a sua testa
em sinal de compreensão.
Eu entrei na sua festa
sem chamar sua atenção.

Mas na verdade eu queria
te mandar tomar no cu.
Mas na verdade eu queria
te mandar tomar no cu.

Eu te disse que te amo,
que entendo sua revolta.
Eu sorri timidamente
quando você disse: "volta".

Eu corri para os seus braços
quando quis te machucar
e entre beijos e abraços
esqueci o que ia falar...

Que na verdade eu queria
te mandar tomar no cu.
Tudo o que eu mais queria:
te mandar tomar no cu.

Se eu não disse, foi apenas
pra que hoje a gente possa
ter uma noite de sexo
e despencar nessa fossa.

Cesar Miller de Almeida

0 comentários:

Postar um comentário