sexta-feira, 10 de agosto de 2012

#microcontos

Teve-o. Mas não o queria como ele era e, por isso, o perdeu.
-
Tomando um café quente numa padaria, encontrou-se com seu olhar em ebulição.
-
Apertava seu corpo com abraços, beijos e sussurros.
-
Não conseguia convencer-se de que era apaixonante e, assim, temia a paixão.
-
Doa-se um coração. Tratar com carinho.
-
O tempo parou. O instante permaneceu. Tudo o que precisava existir estava em seus braços, num abraço.
-
Vende-se um sorriso. Preço: um abraço.
-
As lágrimas aproximavam suas alegrias.
-
De todos seus desafios, o mais difícil era (con)vencer-se.
-
Ele só queria alguém que o sentisse.
-
Vestiu-se de nudez para esconder-se.
-
Tamanha era sua força que a prendeu entre leves toques e sussurros.
-
Nos olhos de um cão, encontrou sua humanidade.

Fábio Pedro Racoski

0 comentários:

Postar um comentário