quinta-feira, 17 de maio de 2012

Meu verso

dedico meu verso
ao meu universo
de amigos irmãos
tão loucos e sãos
quanto eu a dançar
a esmo no ar.

dedico meu verso
singelo e perverso
a esse mundinho
tão grande e mesquinho
mas que me dá cores
mais fortes que as dores.

dedico meu verso
inverso, transverso
a todo poeta
com alma repleta
de intensidade
de humanidade.

Fábio Pedro Racoski

0 comentários:

Postar um comentário