terça-feira, 23 de agosto de 2011

Uma pessoa amiga

ei!
olhe para a frente!
não sufoque
as lágrimas,
elas vão cair
e molhar o chão.
meu chão também
está molhado.

mas ei!
olhe para a frente!
está pesado
esse mundo todo
nas costas, não?
mas agora
pesa a metade.

ei!
olhe para a frente!
mesmo sem ver
meu riso,
meu choro,
minha força do seu lado,
você sabe
que estou aqui,
de braços,
abraços,
corpo
e alma.
sempre.

porque você
é meu tudo.

Fábio Pedro Racoski

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Atriz

mil vidas
em uma só
e mil corações
em um só
atriz...
ah, a atriz...

mil sentimentos
nesse meu coração
vagabundo,
único,
plateia
de tantas plateias,
aplauso
de tantos aplausos,
história
de tantas dramaturgias...

sangue, suor,
lágrimas e luzes
escuro depois
dias e noites
atriz...
ah, a atriz...

Fábio Pedro Racoski

domingo, 14 de agosto de 2011

Pensamento tosco do dia

A vida é como um desodorante roll-on: quando você pensa que tem pouco, ainda tem muito. E quando você pensa que tem muito, acabou.

Midei Shempaz

sábado, 13 de agosto de 2011

O Grande Ditador

A lei de Direitos Autorais já permite, entre outras coisas, assistir a "O Grande Ditador", de Chaplin, na íntegra, dentro do Youtube.

ASSISTAM. É um filme histórico, tocante, simplesmente maravilhoso.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

#microconto

Ela chegou, trazendo um triste adeus à saudade.

Fábio Pedro Racoski

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

#microconto

Seu sim era a negação que ela tanto esperava.

Fábio Pedro Racoski

Cardiaraldite

Meu coração
em pedaços
precisa de sua cola
em verso vivo
de vermelha paixão
pra voltar
a ser um,
pulsando
no ritmo
do seu.

Fábio Pedro Racoski

sábado, 6 de agosto de 2011

Mother Enola

What you did, my Little Boy?
They were mothers like me,
they were sons like you,
they were poor soldiers
under the will
of tyrants,
like us.

What you did, my Little Boy?
While I was making
your favourite pie
you've planted
the death flower.
Damn flower:
you ruined my life.

What you did, my Little Boy?
"By the honor and the glory
of my country, mom.
That's my business",
you told me.
Is your business
to be a murderer?

What you did, my Little Boy?
You killed hundreds of brothers
and I die a bit
together with them.
And I lost a bit my son
for the Stars
and Stripes.
Damn the Stars and Stripes.
FOREVER.

Fábio Pedro Racoski

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

#microconto

A cartomante descobriu a inicial do nome do amor da minha vida. "N". De "Ninguém".

Fábio Pedro Racoski

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Saudade

Saudade de quem foi.
Saudade porque fui.
Saudade que me dói,
por minhas veias flui.

Saudade que se sente
quando à memória vem
um tempo sorridente
que eterno se mantém.

Saudade é vida, pois,
nostalgia de outrora,
de quando éramos dois
e não um, como agora.

Fábio Pedro Racoski

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Versos satânicos (ou santos)

Meus versos satânicos
são tão satânicos
quanto versos santos.
Falar do diabo é o mesmo
que falar de deus.
Concatenar versos
ridículos,
vazios e estúpidos,
repletos de palavras
carinhosas
e patéticas...

Ah, isso é tão inútil
quanto as fezes
que você manda
privada abaixo!

Cesar Miller de Almeida