Páginas

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Não quero ser seu homem

não quero ser seu homem.
não quero ser aquele
que some
quando o dever
- que não existe -
não chama.

não quero ser seu homem.
não quero ser
um momento
isolado
na sua vida.

não quero ser seu homem.
não quero
e não posso
ser o desejo
e a festa
somente.

quero ser seu.
para sempre
e intensamente.
entre quatro paredes,
na rua,
no choro,
do seu lado,
no seu riso,
na louça,
na cozinha,
no abraço,
no beijo,
nas mãos,
na música,
na nossa dança,
aí dentro,
no seu ser
e no meu ser.

Fábio Pedro Racoski

Um comentário: