Páginas

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Uma hora

uma hora
vou rever
todos os meus amigos
do passado.
versos e fotografias
colados na memória
e derramados no pranto
da saudade.

uma hora
vou refazer
o livro rasgado
do meu presente.
um romance
fantástico,
triste, romântico,
quixotesco,
único.

uma hora
vou conseguir
rearranjar
todos os meus pedaços
que agora se espalham no chão
e essa nova
organização
será mais bonita
e sólida.

Composição de
Fábio Pedro Racoski
e A Ruiva Diz. (Link para o mote)

2 comentários:

  1. Posso estar cometendo um grande equívoco, mas enquanto lia a primeira estrofe, só conseguia pensar naquela música do Paralamas: "Tendo a Lua". Lembro, inclusive, de você ter postado ela no facebook dia desses... Teria alguma influência indireta ou é pura viagem minha? hahaha


    No mais, sempre bom te ler. Fábio.

    ResponderExcluir
  2. Uma hora o sol sai, as portas se abrem e a gente pensa: A vida é bacana.

    Vc é sensacional!

    Te beijo!

    ResponderExcluir