Páginas

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

#microconto

Ele não tinha força para empurrar as palavras garganta afora, mas tinha leveza para dizê-las no toque das mãos.

Fábio Pedro Racoski

2 comentários:

  1. é a vontade e destreza de qualquer ser humano com minímo de sensibilidade.... um pouco de meiguice para expressar o que sente, já que com o grito nem sempre vai!

    ResponderExcluir
  2. Feliz daquele que sabe qual é a hora de falar com as mãos... do que se precipitar e ser rude com a boca.

    ResponderExcluir