Páginas

domingo, 22 de maio de 2011

Sem palavra

é tão grande
tão simples
tão bom
tão vital
o que sinto
mas não consigo falar
não consigo cantar
não consgio dizer

talvez porque
seja tão parte
de mim
e eu não sei
falar sobre
minha pessoa

ou porque você
está no meu pensamento
assim como a água
que compõe meu corpo
e meu planeta

ou simplesmente porque
ainda não inventei
uma palavra
bonita o bastante
para dizer

Fábio Pedro Racoski

Mexeu com você...

Podem cortar minha pele.
Podem derramar meu sangue.
Podem me ofender,
me xingar,
e eu posso até mesmo
não fazer nada.

Mas se ousarem
fazer algo
contra você,
me transformo
na mais feroz
das bestas violentas.

Fábio Pedro Racoski

Sim

Sim.
Quero você pra mim,
assim,
sem medida,
sem partida,
sem olhar a hora
e o ônibus lá fora.

Agora.
Quero você esta hora,
sem demora
e com pressa
juntos nessa
de não esperar
o mundo acabar.

Aqui.
Quero você ali,
aqui.
Em todo lugar.
Porque só sou
eu
se estou
com você.

Fábio Pedro Racoski

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Homo Rattus

Sou uma decepção ambulante.
Sou uma fraude anunciada.
Sou uma mentira revelada.
Sou um embuste,
uma farsa de mim mesmo.

Sou aquele
que poderia ser
mas não é.
Sou quem
deveria agir
mas não age.
Sou daqueles
que lutam em palavras
mas se escondem
no próprio medo.

Não chego a ser humano.
Sou um estar humano.

Fábio Pedro Racoski

domingo, 8 de maio de 2011

Semideusa

há algo de bom
em te ver
irritada:
ter a certeza de que
és humana
e que posso te ouvir,
te olhar,
te abraçar
e, assim,
apaixonar-me
novamente.

Fábio Pedro Racoski

quarta-feira, 4 de maio de 2011

domingo, 1 de maio de 2011

Meio mundo e mais meio

eu só quero ser candango
lá na ilha de cipango
para erguer uma cidade
à sua felicidade

eu só quero ser baião
lá na terra do ceilão
e correr um continente
só pra te ver sorridente

eu só quero ser eu mesmo
e deixar de ser a esmo
um qualquer sem eu nenhum
pois só com você sou um

Fábio Pedro Racoski

Não perca tempo

Não perca tempo com a poesia.
Não perca tempo com frases
que, quando não são
lamúrias e protestos
da vida vagabunda
de poeta,
são mote para conquistar
uma noite de sexo.

Não perca tempo com paixões.
Você precisa procurar
uma boa parceria econômica e social.
Nada mais.

Não perca tempo com a arte.
Ela não faz nada pela humanidade
mesmo que o humano seja você,
seu quase-macaco.

Cesar Miller de Almeida

Viagem premeditada

de malas fechadas
e coração aberto
eu vou
em busca
dos seus
braços abertos

Fábio Pedro Racoski