Páginas

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Quero-te assim

Quero-te assim como és.
Quero-te assim porque és.

A música dos teus passos,
a dança da tua voz,
tudo que leva tua marca
do meu sofrer é algoz.

Quero-te assim como és.
Quero-te assim porque és.

Não sejas quem tu não és
apenas para agradar
tolos seres que só querem
em ti jogar seu penar.

Quero-te assim como és.
Quero-te assim porque és.

Gosto de como tu ris,
gosto de como tu andas.
Quando choras só desejo
alegrar-te com cirandas.

Quero-te assim como és.
Quero-te assim porque és.

Não, eu não quero te impor
medidas. Como, se és única?
E o que sinto é desmedido.
Rotular-te é doença crônica.

Quero-te assim como és.
Quero-te assim porque és.

Fábio Pedro Racoski

3 comentários:

  1. AMEI!!!!

    nossa, acho que de tudo o que vc já escreveu, este foi o texto que mais gostei. Acho que deve ser pq tem a ver comigo... eu sempre tentando mudar pra agradar as pessoas e hoje mesmo falei sobre isso, que devem gostar de nós pelo que somos e pronto!

    Amei zilhões de vezes... amei!

    ResponderExcluir
  2. "Rotular-te é doença crônica"
    A-D-O-R-E-I!

    ResponderExcluir
  3. Ahh...que doce.
    Achei eu que ouviria isso essa semana de uma pessoa...mas não foi bem o que aconteceu. Só que aí venho aqui e vejo isso tudo...e isso tudo me dá muita força!

    Belas belas palavras...tudo encadeado, doce!

    ResponderExcluir