Páginas

domingo, 30 de janeiro de 2011

Eu ela

queria ser um pouco elas
mas sou ele, como sê-lo?
por ser ele tenho zelo
mas quero a luz que é só delas.

queria ser, tanto assim,
a beleza da alma fêmea
pois, mesmo não sendo gêmea
minha, é meu início e fim.

queria ser, ter, doar-me
em versos, em corpo, em alma
todo amor que me dá calma
nesse espírito sem charme.

Fábio Pedro Racoski

3 comentários:

  1. Isso é um pedido de transformismo disfarçado???

    rssss

    muito fofa a poesia. E vc tem mais doçura do que muita mulher que conheço!

    ResponderExcluir
  2. Me ama ? TEM QUE ME AMAR, SEU LINDO.
    Você está cada dia melhor !
    Parabéns !

    ResponderExcluir
  3. A Especialista está certa: "vc tem mais doçura do que muita mulher que conheço!"

    ResponderExcluir