terça-feira, 25 de maio de 2010

Não tem preço.

O papel higiênico usado
e o dinheiro que compra brilhantes.
Os dois terão o mesmo destino.
As rodas do carro esporte V8
e os pneus do catador de papel.
Os dois findarão no mesmo chorume.

Mas o teu sorriso,
nossos abraços,
nossas brigas,
nossos olhares
e episódios juntos,
ah, isso não há
Terra que consuma.

Fábio Pedro Racoski

6 comentários:

  1. Aii, vou colocar no meu cartão de dia dos namorados *-*
    Permite, capitão?

    ResponderExcluir
  2. É isso meRmo. Não há terra e nada que consuma um amor e um ódio de uma história a dois (ou a 3, a 4, sei lá).

    ResponderExcluir