sexta-feira, 26 de março de 2010

Apático não

Não, não me espere
e nem me procure
nos caminhos certos.

Estou nos caminhos errados.
Sou errado.
Não sei dizer eu te amo.
Não sei olhar nos seus olhos
com luzes de paixão.
Não sei te fazer carinho
nos cabelos curtos,
nos ombros, no rosto
de bochehcas retilíneas.

Sei é ser bruto,
sentir, chorar, amar,
mas não apresentar.
Sei é que sinto
e o que te sinto
sei que é bom.

Fábio Pedro Racoski

4 comentários:

  1. "Sei é que sinto
    e o que te sinto
    sei que é bom."


    Adorei.

    ResponderExcluir
  2. "...sei que é bom."

    Bom mesmo é ler um poema desses!

    ResponderExcluir
  3. Eu só sei é que sinto muito orgulho de ser sua mãe.TE AMO MEU FILHO!!!!!

    ResponderExcluir