Páginas

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O filho

Hoje, fiz minha mãe
chorar.
Não foi de alegria,
nem de emoção,
nem de orgulho.
A fiz chorar
de tristeza, medo,
frustração.

Hoje, fiz minha mãe
chorar
e o único desejo meu
era que minha vida
deixasse de ser
naquele momento.
Já não valia a pena viver
se era para fazer
minha mãe chorar.

Mas continuo vivo,
mais por ela que por mim,
tentando encontrar
meu caminho torto
e estreito.
Afinal,
não posso nunca mais
fazer minha mãe chorar.

Fábio Pedro Racoski

2 comentários:

  1. Eu gostei do texto. E ao lê-lo,me senti ,de certa forma,nostálgica.

    ResponderExcluir
  2. Se todos pensassem assim, com zelo por quem lhe quer bem...
    Poesia sincera, sentimental, gostei =)

    ResponderExcluir