terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Bicho

Este sou eu.
Estranho,
ranzinza,
grosseiro,
amável,
silencioso
em voz alta.

Este sou eu.
Confuso,
imprevisível,
rude,
piadista,
cético
na fé.

Sou eu,
contraditório
por medo.
Sou eu,
mescla
de mal-humor,
tristeza,
e a necessidade
de estar
com você
que faz aumentar
minhas olheiras.

Fábio Pedro Racoski

4 comentários:

  1. Aumentar as olheiras é bom e necessário!

    ResponderExcluir
  2. Ou, no mínimo, poético. Adorei. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Lindo poema. Me enxerguei em cada verso.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado! Sempre tento escrever algo meu, mas não para mim.

    ResponderExcluir