Páginas

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Ano III

Ontem, dia 12 de fevereiro, este blogue completou três anos de existência.

Textos toscos e vídeos reeditados no início; poemas pesados e roucos; o blogue foi seguindo, junto com você, caro leitor, querida leitora, e com minha vontade de escrever, de criar, de mostrar.

Agradeço os leitores do Rádio Gordo por continuarmos por aqui, com os devaneios, a poesia, as críticas, os comentários. Como prometido, continuarei a ser este blogueiro amador, e este blogue seguirá sendo o palco de artistas tortos.

Republico, para lembrar esses anos passados aqui, um poema publicado em 2009, parafraseando Augusto dos Anjos, um dos meus preferidos poetas:

VERSOS PÚBLICOS

Vês!? Ninguém assistiu ao miserável
nascimento de tua primeira farsa.
Somente a solidão - a tua comparsa -
prestou-te companhia indispensável.

Acostuma-te ao vácuo que te espera.
Toda fera que, neste mundo novo
tenta soprar versos para seu povo
ganha silêncio, e versos de outra fera.

Toma o lápis. Acende a luz do quarto!
Digita versos, ruge ao que estás farto,
a voz que vomita também seresta.

Se a alguém tua presença incomoda, poeta,
põe teus versos em conexão direta,
vomita tuas cantigas e faz festa!

Fábio Pedro Racoski

7 comentários:

  1. Primeira coisa: também tive meu momento Augusto dos Anjos. Acho que é um dos maiores poetas brasileiros de todos os tempos.
    Segunda coisa: Fábio, parabéns pelo Radio Gordo!!!! Que três anos se multipliquem em muitíssimos mais. Compartilhar seus escritos, sua poética, seus poemas e sua poesia é um prazer para mim, como leitor seu.

    ResponderExcluir
  2. Caro Fábio, sou leitora sua há pouco tempo, - acredito que nem um ano fará, - mas adoro o seu blog, ele é uma das primeiras coisas que eu leio quando acordo. Parabéns! pelos textos e pelas poesias, agradecemos nós por sua generosidade em dividir a sua poética. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela conquista de mais um ano! QUe você ainda continue por muito mais tempo com o excelente blog. Excelente poema também, by the way!

    ResponderExcluir
  4. Saaaalve Augusto dos Anjos; saaaaalve Fábio! É sempre um imenso prazer ler os seus textos, poder prestigiar a sua genialidade...

    ResponderExcluir
  5. Droga, a Vanessa disse tudo o que eu ia dizer.
    Fiquei sem palavras agora...

    ResponderExcluir
  6. Obrigado a todos! Fiquei muito feliz com os comentários acima. Dessa turma toda, sou o menos culto, quem leu menos livros, o mais preguiçoso, o mais gordo (não que isso influencie!). Por isso fico, de verdade, lisonjeado de receber essas palavras de vocês.

    Aprendi a usar meu ócio para produzir aqui no blogue. E farei isso até não poder mais.

    ResponderExcluir
  7. Nem imagino como é conseguir ter um blog por três anos... Parabéns! rsrs
    Nunca comentei antes por não saber o que dizer, mas sempre que entrava aqui procurava logo por um poema novo rsrsrs Gosto muito dos seus temas, escapam do óbvio.

    Hein, que outras músicas do Eurythmics "embalaram" sua adolescência? *.*

    (Meu pai me pediu uma vez pra que eu desse o nome do meu filho de Augusto em homenagem ao outro grande Augusto, pq meu sobrenome é dos Anjos -.-
    Só espero que essa criança seja um pouco mais "pra cima" do que ele rs)

    ResponderExcluir