Páginas

terça-feira, 6 de outubro de 2009

O bobo

Lá vai o bobo
em seu trote falido.
Cheio de fé,
vazio de sentido.

Fábio Pedro Racoski

2 comentários:

  1. Estou comentando pela primeira vez por aqui, já que agora tive um tempo. A M.A. está aqui, ao meu lado, e me indicou o poema "Cinza". Ah! O ritmo é muito bom. E blog todo em si, também. Cool. =D

    ResponderExcluir
  2. Otimo poema!!! E sou um bobo, mas como diria clarice linspector, os bobos são felizes!!

    Abração!!

    ResponderExcluir