Páginas

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Dia dos pais...

Como todo domingo, fui à missa, de manhã, neste dia dos pais. Entre homenagens e a canção do Fábio Júnior tocando nos rádios e televisores, a homilia do padre me surpreendeu. Ao falar da importância da figura do pai - e do homem - na família, ele lembrou: "existem famílias formadas por dois pais ou duas mães. Não é o que a Igreja instrui, mas elas são da mesma forma abençoadas por Deus e felizes".

Ouvir estas palavras de um padre, católico, deixou-me feliz. O Vaticano e seus lacaios tanto falam de "chamar os homossexuais ao celibato", abrem a boca para proferir tantas asneiras ao homossexual, que ouvir de um padre palavras que buscam a aceitação e o respeito é, relamente, surpreendente. Mesmo que não haja nada de revolucionário aí, senão sensato.

Quanto mais as igrejas, as religiões respeitarem aqueles que elas chamam de "desvirtuados, pecadores", quanto mais as instituições religiosas enxergarem o ser humano como humano, menos ópio elas serão.

Um comentário:

  1. Seria tão simples se todos usassem o bom senso e o RESPEITO acima de qualquer julgamento, né... Obrigada por "cotucar as feridas". Um beijo, com o carinho que você merece.

    ResponderExcluir