Páginas

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Muntazer al-Zaidi

Para você, caro leitor ocidental-capitalista-consumista, isso é ofensivo, não?
Assim como para um estadunidense ser insultado com a expressão "mother fucker" ou, pior, ter-lhe insultada a pátria.

Pois bem: no oriente, entre os países de cultura islâmica, o sapato é um simbolo de impureza, sujeira. Ninguém entra na mesquita a não ser que esteja descalço. Mostrar a sola do sapato para alguém tem o mesmo valor de insulto que o dedo médio de Johnny Cash, na foto. Jogar os sapatos contra alguém, na cultura árabe, é pior que uma dedada.

Na cultura ocidental, chamar alguém de rato pode ser extremamente ofensivo. No mundo árabe, o mesmo acontece com a designação de "cão", "cachorro" - afinal, foi um cachorro quem entregou, latindo, a localização do profeta Maomé a seus perseguidores.

Muntazer al-Zaidi é cinegrafista e repórter iraquiano. Numa atitude que mais lembra Dom Quixote combatendo seu imaginário inimigio Frestão, ele atira seus dois sapatos contra o ainda presidente dos Estados Unidos da América, George Walker (Texas Ranger) Bush.

"Cachorro! Cachorro!" Gritava Muntazer, o cavaleiro da triste figura mesopotâmica. O homem que selou para a história os oito anos de governo Bush: um governo imundo como os sapatos, e ladino como os cães.

Outros sapatos iraquianos contra os EUA: O apelido iraquiano de Condoleezza Rice, Secretária de Estado ianque, é "kundara" - sapato, em árabe.
A fachada do Hotel Rashid, em Bagdá, após a primeira Guerra do Golfo. O "criminoso" era, então, o Bush pai. O hotel recebia grandes figurões do governo dos EUA e do Iraque. Para entrar no prédio, era preciso arrastar os sapatos sobre a imagem do velho George. Os ladrilhos foram destruídos por marines na segunda Guerra do Golfo.

2 comentários:

  1. Muito inteligente o negócio dos ladrilhos ^^

    O sapato passa por tooooda a sujeira que passamos. É bem terrível jogar toda essa sujeira em alguém.

    OBS:Senti uma forte pontada na parte do ocidental-capitalista-consumista x_x

    ResponderExcluir
  2. eu achei Demais!!!! Só assim para conhecermos mais a cultura dos países do Oriente...sendo assim, cuidado meu inimigos!! Vocês são tão sujos quanto a sola de um sapato e o latido de um cachorro traiçoeiro! Adorei. Os iraquianos estão certos... O Bush invadiu o Iraque pelo petróleo, para Proteger o "Povo Escolhido" e para terminar o serviço do seu pai. Portanto, bem mereceu a sapatada! Entrou para a História!!!! Viu que o sapato será leiloado?

    ResponderExcluir