Páginas

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Vou-me embora pra Pasárgada

Não: dessa vez, não é o poema de Manuel Bandeira. Mesmo que ele seja inspiração... Quero falar um pouco sobre uma das formas de se relacionar com pessoas pela Internet (ou não) de forma produtiva e útil: o micronacionalismo.

“Mas que p**** é essa?”, você deve se perguntar. Micronações são comunidades unidas por algo em comum, assim como as nações, ou “macronações”, como chamamos. Porém, elas não possuem as estruturas físicas de países como Brasil, França e Inglaterra. Geralmente, não possuem território físico (ainda que algumas reivindiquem a posse de ilhas remotas). Possuem território virtual ou imaginário.

“Tipo Terra-Média?” Depende. Existem micronações virtualistas e realistas. As virtualistas criam lugares, territórios, palácios e festas da corte; seus cidadãos são personagens e, nem sempre, eles próprios. As realistas têm como lugar o meio de Internet que usa para comunicar-se (Yahoo Grupos, Orkut, Ning, fóruns...) e seus cidadãos são as pessoas que estão teclando do outro lado, sem personagens.

Eu participo de uma micronação realista, chamada “Comunidade Livre de Pasárgada”. Lá, temos nossa própria política e nossos próprios desenvolvimentos culturais e sociais. Por exemplo: eu já fui Primeiro Ministro (não dos bons!) por três vezes. Agora, estou voltado ao trabalho em meu cantão (espécie de “estado” dentro de Pasárgada), Cenit.

Então, convido-os a conhecer o micronacionalismo que, à primeira vista, pode parecer mais uma comunidade de nerds. Não é isso: é uma forma de praticar atividades culturais, políticas e sociais que, geralmente, você não pode ou não quer fazer no “macromundo”!

Venham embora pra Pasárgada!

Links de interesse:
pasargada.net76.net
pt.micronations.wikia.com
micronacionalismo.ning.com
micronations.net (em inglês)

Um comentário:

  1. Não sou nerd e estou lá!!!!!
    Muito bom!

    Fui...
    pra onde? mas pra Pasargada, logico!

    ResponderExcluir