Páginas

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Қазақстан - Cazaquistão, o grandioso!

Mais uma pérola da Rede Globo de Televisão:

Durante a transmissão da partida olímpica entre as seleções femininas de vôlei do Brasil e da Rússia, o narrador, Galvão Bueno, comentava com o grande Tande, um dos comentaristas, as chances do time brasileiro se classificar em primerio no seu grupo.

Um grupo formado por Brasil, Itália, Argélia, Sérvia, Rússia e Cazaquistão. "Pela Sérvia, o Brasil passa tranqüilo", comenta Galvão. "Itália tem tradição, e Cazaquistão, apesar de ser um time do LESTE EUROPEU, não é muito experessivo". E o narrador tem o aval de Tande, ao confirmar a tradição de jogadoras altas da EUROPA ORIENTAL!

Para quem não sabe, o Cazaquistão não é o país do Borat que aparece no filme de mesmo título: 9º maior país do mundo em extensão territorial, com a capital em Astana (cidade meio que planejada, tipo Brasília), tem uma população formada por várias etnias, entre elas: cazaques, tártaros, uzbeques, uigures e ucranianos. E - vejam só - é uma nação localizada na ÁSIA CENTRAL, bem no centro, mesmo, fazendo fronteira com a China!

Se você pesquisar em Atlas ou na Wikipédia, encontrará que o Cazaquistão é um país transcontinental, tendo pequena porção do seu território no Leste Europeu. Mas encontrará, também, que a nação é "fundamentalmente asiática". Ou seja: como são pessoas trabalhando para a Rede Globo, não admitimos qualquer interpretação menor! Engraçado isso: todos odeiam a Globo, mas todos a assistem!

Deixando esse fundamentalismo de lado, sugiro que aproveitem para assistir os times femininos e masculinos deste país da Ásia Central (ou do Leste Europeu, se preferem). Belos homens e - principalmente e do meu interesse - belas mulheres!


Um comentário: