terça-feira, 13 de novembro de 2007

¿Por qué no te callas?



Texto do blog Florêncio Est (blog.danielflorencio.com):

Na cúpula Íbero-Americana, em um discurso, Chavez chamou o ex-presidente espanhol, José Maria Aznar de facista. Aznar foi aliado dos EUA na guerra do Iraque, e apoiou ao golpe mal-sucedido que tirou Chavez do poder por alguns dias em 2002.

Zapatero, o atual chefe do executivo espanhol pedia a chavez para que reconsiderasse seu tom, ao se referir a um ex-líder espanhol, eleito democraticamente pelo povo da Espanha. Enquanto chavez tentava argumentar com Zapatero, o rei da Espanha, Juan Carlos mandou Hugo Chavez calar a boca.

Quanto tempo mais vamos ter que agüentar líderes porcos, estúpidos, representantes de uma esquerda imbecil? Quanto tempo mais vamos ter que ouvir as idiotices de governantes incompetentes?

O gesto do Rei da Espanha é um desabafo em nome de todos aqueles que já não agüentam mais o palavrório sujo e a pose de "mix de Che, Bolívar e Fidel" do "presidente" da Venezuela, Hugo Chávez.

Alguém deveria fazer uma camiseta com a frase!

domingo, 14 de outubro de 2007

Corra social

Uma questão continua presente - ainda que com menos força - quando se fala de adolescência: a virgindade. À época que eu era adolescente (meados dos anos 90), falava-se apenas na virgindade sexual. Hoje é comum em conversas de mancebos o tema “BV” (boca virgem). Mas não se fala de uma virgindade mais profunda.

Não entenda mal, caro leitor. Falo da virgindade moral. Desde muito pequenos, os adolescentes e jovens de hoje foram expostos a uma sexualidade pornográfica, incabível à tenra idade infanto-juvenil.

Bundas rebolando, seios e genitálias balançando, movimentos que aludem ao ato sexual de forma explícita... Tudo isso encenado por supostos artistas na TV e copiados por crianças, que vestem tops e roupas coladas, agindo como aqueles mesmos adultos da televisão. Acabam por incitar, em mentes doentes, a prática criminosa e pecaminosa chamada pedofilia.

Mas se o senhor leitor - ou a senhora leitora – pensar mais um pouco, verá que toda essa apologia ao sexo como vício (e não “liberdade sexual”, como pregam “emetevês” e pseudo-rebeldes) atinge a parcela mais volúvel da população (adolescentes), mas atinge também a nós, adultos. É preciso tranzar, é necessário “ficar”, comer; é dever cívico viver para o sexo. Somos estuprados pela ditadura do sexo. Somos vítimas da corra social vivida atualmente.

Abaixo a ditadura! Viva o sexo de forma natural, e não forçada, antecipada!

terça-feira, 27 de março de 2007

Vencedor

Toma as espadas rútilas, guerreiro,
E à rutilância das espadas, toma
A adaga de aço, o gládio de aço, e doma
Meu coração -- estranho carniceiro!

Não podes?! Chama então presto o primeiro
E o mais possante gladiador de Roma.
E qual mais pronto, e qual mais presto assoma
Nenhum pôde domar o prisioneiro.

Meu coração triunfava nas arenas.
Veio depois um domador de hienas
E outro mais, e, por fim, veio um atleta,

Vieram todos, por fim; ao todo, uns cem...
E não pôde domá-lo enfim ninguém,
Que ninguém doma um coração de poeta!

Augusto dos Anjos

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Mardi Gras e Cinzas. Em Curitiba, a mesma coisa.

Carnaval. Festa que antecede a quaresma, os quarenta dias de preparação para a Páscoa. Termina um dia antes da quarta-feira das cinzas que marcam as cabeças pecadoras.

Os quatro dias antes das cinzas são marcados pela festa, folia, orgias, ruas cheias... Em Curitiba acontece o contrário!

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007

Empadão Stálin

O empadão Stálin foi criado na Segunda Guerra. Era apreciado por vários membros do governo soviético daquela época.

Ingredientes:

Para a massa:
- 300g de farinha de trigo;
- 2 ovos;
- água.

Para o recheio:
- 1/2 kg de carne de criancinha desfiada;
- 9 unhas raladas;
- 2 olhos verdes de menininho das Carélias.

Prepare-o. Leve ao forno quente (250ºC) e espere 40 minutos. Está pronta mais uma delícia para seu dia!