Páginas

sábado, 7 de setembro de 2019

Kintsugi


Tá vendo essa cerâmica quebrada? Olha que rachaduras bonitas! Isso é uma técnica japonesa chamada Kintsugi, ou Kintsukuroi, que consiste em reparar objetos quebrados com ouro. Isso os deixa ainda mais valiosos.

Olhe pra essa foto e se reconheça nela: cada fundo de poço que você encara, cada quebrada de cara, cada vez que seu coração foi partido, é reparado com o ouro de você mesmo. Reconheça que você cresceu com isso tudo, e deve se valorizar por isso.

Estamos em dias cada vez mais sem cor, mas o ouro dos seus kintsugis ajuda a fazer com que as cores ainda pintem, e a luz ainda brilhe.

Você é demais.

Fábio Pedro Racoski

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Dia do Fogo

Chegou o tão esperado
Dia do Fogo sagrado!

O fogo limpa e renova,
usemos então o fogo
pra mandar todos à cova:
com muita força eu lhes rogo.

Chegou o tão esperado
Dia do Fogo sagrado!

Fogo nos racistas,
Fogo nos fascistas.
Fogo aos vendilhões,
Fogo nos vilões.
Fogo em quem põe fogo,
Fogo, eu lhes rogo.

Chegou o tão esperado
Dia do Fogo sagrado!

Do fogo a Fênix renasce,
do fogo a luz ilumina
O caminho que nos leva
A matar o que abomina.

Chegou o tão esperado
Dia do Fogo sagrado!

Fogo nos tiranos,
Fogo aos desumanos,
Fogo nos fanáticos
antidemocráticos,
Fogo em quem põe fogo,
Fogo, eu lhes rogo.

Fábio Pedro Racoski

terça-feira, 30 de julho de 2019

Batalha-adora

leoa tigresa,
mulher realeza
de um jeito serena
supera sempre plena.

leoa pantera
humana e fera
de um jeito só dela
é da vida aquarela.

sua vida
sofrida
sorrida
não apagou
a luz dos seus olhos
do amor por seu filho,
a luz dos seus olhos
do seu jeito lindo
de ser quem é:
gata,
mulher,
garra,
mulher.

Fábio Pedro Racoski

sábado, 20 de julho de 2019

Ela quer todos

dizem os moços
que ela quer todos...

ela quer todos os ânimos,
ela quer todos os ares.
quer viver seus sorrisos
entre as ondas dos seus mares.

ela quer todos os risos,
ela quer todos os golpes.
ela quer matar a sede
de viver sem mais galopes.

dizem os moços
que ela quer todos...

todos vivem a querê-la
ou bem, ou zen, pra si mesmo...
mas de fato ela se quer
pra somar, e não a esmo.

na verdade ela quer todos
seus momentos cem por cento
e viver cada suspiro
puro, intenso, além do lento.

Fábio Pedro Racoski

Ela, o infinito

ela tem olhos
de dia que a gente
não quer esquecer.

ela tem um sorriso
de amores que a gente
quer muito viver.

ela tem vida
de um sempre que a gente
vive enquanto dura.

ela tem a si.
ela.
o infinito instante
que me faz sorrir
por viver nesse instante
o mesmo infinito.

Fábio Pedro Racoski

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Beira do mundo


sozinho à beira do mundo
não vejo mais o horizonte
de quando eu me abandonei
de quando me reencontrei
construindo minha ponte

sozinho à beira do mundo
não vejo mais minha ponte
do tempo em que me afoguei
do tempo em que me salvei
construindo o horizonte

sozinho à beira do mundo
já não sou mais o que sou
já não sou mais quem eu era
sou humano, sonho, fera
sou a dor que me magoou

sozinho à beira do mundo
sou muito mais quem eu sou
sou além de toda era:
a minha densa atmosfera
de poemas que sangrou.


Fábio Pedro Racoski

sábado, 7 de outubro de 2017

Queira-me livre


Queira-me livre.
Não me queira como sua
zona de conforto
como fim de filme
romântico
de braços abertos.
Quero correr junto
com você!
Queira-me livre.
Não aquela liberdade
de um só
mas a liberdade
que precisamos viver
juntos,
sem tirania, sem lágrima.
Queira-me livre.
Tão livre quanto eu te quero livre.
Sem mais
nem menos.
Sem medo
e com amor
até o fim
e sem procurar
por ele.


Fábio Pedro Racoski

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Em pedaços


foi de pedaço em pedaço
que construí minha vida,
louca, sem rumo, sem passo,
até cruzar com sua vida

e quis lhe dar de presente
meu pedaço mais quebrado,
porque nele você sente:
com você estou colado

mas meu sopro já não vive
e meu corpo sente falta
de pedaços que não tive
na sua estima mais alta.

só lhe peço, minha calma,
que me ajude a consertar
esses furos na minh'alma
com ou sem o seu doar.


Fábio Pedro Racoski

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Já não sei


já não sei
se sou
o que sou
o que fui
o que serei
ou quem eu sou
além do tempo
me cortar
as cordas das certezas.

já não sei
se estou
onde sou
onde estive
onde estarei
ou se não estou
neste lugar
que eu fiz
para estar.

as incertezas
do espaço
e do tempo
se acabam
quando
e onde
me encontro
no seu abraço.
Fábio Pedro Racoski

domingo, 11 de setembro de 2016

Às vezes

às vezes quase tudo cansa.
às vezes quase tudo não me ouve.
às vezes quase tudo não me enxerga,
não me sente,
não me questiona,
não me difere,
não me abraça.
quase tudo.
mas, para minha alegria,
tenho você, além do quase,
que faz a vida
valer a pena.

Fábio Pedro Racoski